Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Energia inaugura Centro de Monitoramento da Copa

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   28/05/2014

​Investimentos nas cidades que receberão as seleções chegam a R$ 2 milhões

central-da-copa.jpgCampinas, 29 de março de 2014 – A CPFL Energia lança, hoje, o Centro de Monitoramento da Copa do Mundo, localizada no Centro de Operações do Sistema (COS), na sede, em Campinas. Com equipe 24 horas, o Centro de Monitoramento da Copa do Mundo irá acompanhar em tempo real o sistema elétrico das oito distribuidoras, com especial atenção para os dias de jogos do Brasil e para cerca de 30 pontos-chave, entre subestações e torres de transmissão, das cidades que receberão as seleções para a Copa. 

Sete cidades da área de concessão das distribuidoras da CPFL Paulista e CPFL Piratininga serão a casa de dez das 32 seleções que virão disputar o Mundial: Portugal e Nigéria ficarão em Campinas, França em Ribeirão Preto, Japão e Rússia em Itu, Costa Rica e México em Santos, Costa do Marfim em Águas de Lindoia, Argélia em Sorocaba e Honduras em Porto Feliz. O fornecimento de energia às instalações usadas pelas seleções, como hotéis e centros de treinamentos, será acompanhado em tempo real pelo Centro de Monitoramento da Copa.

A inauguração da Central de Monitoramento marca a conclusão da força-tarefa para aperfeiçoar o sistema elétrico e aumentar a confiabilidade do fornecimento de energia elétrica nas áreas de concessão das distribuidoras da CPFL Energia visando à Copa do Mundo. Foram investidos R$ 2 milhões, nos últimos cinco meses, na realização de obras no sistema elétrico nas cidades da Copa para a criação de redundância de alimentação e instalação de chaves comandadas à distância (telecomandada).

A partir de agora, a CPFL Energia põe foco na execução do planejamento para acompanhar o consumo de energia durante os jogos e eventuais emergenciais nos horários da partida, de forma a solucionar, no menor tempo possível as ocorrências. O Grupo conta com operadores e equipes dedicadas que acompanharão os pontos estratégicos para o fornecimento de energia em todas as cidades das áreas de concessão das distribuidoras. 

“As distribuidoras do Grupo CPFL trabalharão em regime integral durante a Copa para garantir o pleno funcionamento do sistema. Fizemos investimentos e melhorias e iremos realizar monitoramento ininterrupto para assegurar a qualidade do serviço”, destaca Hélio Viana Pereira, vice-presidente de Operações da CPFL Energia.

Os dias de jogos do Brasil receberão atenção especial da CPFL Energia. Equipes de campo estarão de prontidão em pontos previamente definidos do sistema elétrico das oito distribuidoras para assegurar agilidade no atendimento de eventuais emergências. As partidas da semifinal e final também participarão desse esquema especial. 

Durante todo o mundial, as equipes da Central de Atendimento das distribuidoras estarão inteiramente à disposição dos consumidores para o registro de emergências por meio dos mais diversos canais de comunicação, como e-mail, telefone, SMS, agências físicas de atendimento e agência virtual no site da CPFL.

Cidades da Copa
Nas sete cidades que receberão delegações da Copa, as equipes da CPFL Paulista e da CPFL Piratininga realizaram visitas a hotéis, locais de treinamento, terminais viários, aeroportos, centros de imprensa e locais estratégicos para os municípios, e orientaram clientes a respeito de formas alternativas de fornecimento de energia. 

 
A CPFL fortaleceu o relacionamento com os responsáveis pelo fornecimento de energia nestes locais, visitou sistemas de autogeração emergencial, recomendou alterações e programou obras de adequação da rede elétrica local.  

As equipes das distribuidoras CPFL Paulista e CPFL Piratininga realizaram também trabalhos preventivos em suas próprias instalações, subestações e linhas de transmissão. Os técnicos manterão uma rotina sistematizada de inspeções em todas as estruturas importantes para a distribuição de energia, até o fim da Copa. 

Ficha técnica: 

​Centro de Monitoramento da Copa do Mundo
Local: Centro de Operações do Sistema (COS), em Campinas (SP)
Infraestrutura: Dois postos de operação dedicados com Interface Homem-Máquina (IHM) de Transmissão e Distribuição, Distribuition Management System (DMS), Elipse, Sistema Georeferenciado de Distribuição (SGD), Inservice 8.3 e duas linhas telefônicas dedicadas.
Operação: Supervisão 24 horas em tempo real dos pontos estratégicos no período de 08/06 a 18/07 (Aeroportos, Hotéis Delegações, Centros de Treinamento, Salas de Imprensa, Convenções) e de todo o sistema durante os jogos principais.
Equipe: Seis operadores 
Informação: Monitoramento em tempo real da rede elétrica, relatórios periódicos e integração com os centros de operação de todas as oito distribuidoras do grupo.

Sobre a CPFL Energia
A CPFL Energia, há 101 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. 
É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de mais de 7 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. 
Na comercialização, conta com 10% de participação no mercado livre.
 
Na geração, é o segundo maior agente privado do país, baseado em matriz energética limpa e renovável. A CPFL Geração conta com 2.234 MW de potência instalada. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil.

O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Emerging Markets. Pelo 9º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do ISE - Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa. 
Tags: