Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Três Passos é escolhida para receber o Projeto Arborização + Segura da RGE

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   06/11/2017

​Três Passos, 07 de novembro de 2017 – A Rio Grande Energia (RGE) e a Prefeitura Municipal de Três Passos assinam, nesta terça-feira, 6, um termo de parceria para a revitalização da arborização urbana do município, por meio do Projeto Arborização + Segura, onde as árvores que oferecem riscos à população serão identificadas por meio de um inventário realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e, posteriormente, serão substituídas por novas árvores de espécies mais adequadas para crescimento e convívio harmônico com o contexto urbano. O início dos trabalhos está previsto para as próximas semanas, conjuntamente entre RGE e a administração municipal.
 
Projeto semelhante já está sendo executado em outros municípios, como Passo Fundo. O principal objetivo é garantir a segurança à população. Árvores com estado fitossanitário comprometido, ou com crescimento desordenado de galhos e raízes que geram obstruções ao passeio público, redes de água, esgoto, gás, bem como interferência no sistema de fornecimento de energia elétrica, que podem potencialmente vir a provocar acidentes, serão substituídas.
 
Além da vegetação supracitada, existem exemplares arbóreos de grande porte que também oferecem riscos à integridade da rede de energia elétrica e segurança da população, pois, em dias de temporais com a incidência de fortes ventos, essa vegetação interfere de forma significativa no fornecimento de energia a população, bem como aumenta-se o risco de queda pelo seu porte e saúde do seu sistema radicular(raízes). A interferência das árvores na rede elétrica principalmente em dias de chuvosos representam 2/3 do tempo em que o cliente da RGE fica sem energia elétrica.
 
Além do compromisso de realizar a substituição das árvores e o plantio de novas mudas, a RGE e a prefeitura darão início a um programa de educação ambiental nas escolas municipais da cidade. Uma cartilha educacional foi elaborada para que os professores transmitam, em sala de aula, os principais cuidados para o plantio adequado de árvores. O material também será distribuído em pontos da cidade para disseminar as informações para a população.
 
“Este projeto trará grandes ganhos a população com a revitalização da arborização do município. Critérios técnicos são seguidos para evitar intervenções desnecessárias às árvores. Engenheiros, técnicos e eletricistas da RGE recebem informações teóricas e práticas para executar a poda de maneira correta. Os trabalhos são monitorados pelos especialistas em meio ambiente da distribuidora e também acompanhados pela administração municipal”, esclarece o Coordenador de Meio Ambiente da RGE, Guilherme Donato Pagliarini. Já o Gerente de Serviços de Rede da RGE, Marcus Vinicius Ostwald, também considera a ação importante e projeta o cenário local no longo prazo, quando a revitalização da vegetação urbana trará uma maior qualidade no fornecimento da energia do município, pois reduzirá a interferência de árvores no sistema elétrico.
 
Outro acordo firmado, que consiste na segunda fase da parceria, são as podas das árvores existentes na cidade. A CPFL Energia, grupo do qual a RGE faz parte, desenvolve um programa focado na convivência harmoniosa entre a rede de energia elétrica e arborização urbana, onde são realizadas somente as podas emergenciais para evitar riscos de danos à rede elétrica e que possam comprometer a segurança da população.
 
 
Ao adotar espécies de árvores apropriadas para a área urbana, é possível evitar:
•         - Danos nas redes elétrica, subterrâneas de água, esgoto, telefonia, gás e galerias de águas pluviais;
•         - Entupimentos de calhas e canalizações;
•         - Danos às calçadas e propriedades;
•         - Comprometimento da acessibilidade;
•         - Comprometimento da iluminação pública.
 
O contato das árvores com a rede elétrica pode trazer consequências sérias como:
•         - Vazamentos de corrente elétrica da rede para o solo (por meio das árvores), podendo inclusive atingir pedestres, principalmente em caso de chuvas.
•         - Rompimento de condutores, com risco de acidentes com pessoas.
•         - Risco de curto-circuito, com interrupção do fornecimento de energia, danos em aparelhos elétricos das residências, interferência com o sistema de sinalização, desligamento da iluminação pública e comprometimento dos sistemas de segurança e danos aos equipamentos do sistema elétrico da própria RGE, etc.
 

Tags:
    rge; arborização + segura; três passos; convênio;