Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE investe R$ 1 milhão na rede elétrica de São Luiz Gonzaga

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   24/02/2016

​​​​São Luiz Gonzaga, 25 de fevereiro de 2016 – A cidade de São Luiz Gonzaga foi uma das principais beneficiadas pelos investimentos da Rio Grande Energia (RGE) na microrregião de Santo Ângelo, em 2015. A distribuidora do Grupo CPFL Energia destinou R$ 1 milhão em obras de melhorias, manutenção e ampliação da rede elétrica no ano passado, 8,8% do total aplicado em toda microrregião de Santo Ângelo.

A cidade, com 34,5 mil habitantes, situada na região da Missões, teve a rede elétrica completamente fortalecida com a substituição de 173 postes que haviam passado por inspeções de rotina e estavam com troca programada dentro do Plano de Manutenção da companhia. Outros 582 postes de concreto foram instalados para ampliar a rede de abastecimento em diversas áreas da cidade. 

A ampliação da capacidade elétrica foi assegurada com a instalação de 50 novos transformadores e de regulagens de tensão em toda rede. Desta maneira, o abastecimento elétrico do município ganhou mais confiabilidade e resistência a fatores externos que prejudicam o fornecimento de energia, como temporais.

São Luiz Gonzaga também foi uma das cidades escolhidas para receber volumosos investimentos do Programa de Eficiência Energética da RGE. Foram aplicados R$ 660 mil na instalação 1,073 mil chuveiros inteligentes para famílias de baixa renda enquadradas na tarifa social. Esse equipamento tem a vantagem de usar a própria energia da água quente do banho para gerar aquecer água, resultando na diminuição da conta de energia. 

A comunidade de São Luiz Gonzaga também recebeu mais um incentivo da Eficiência Energética para a redução do consumo. Foram distribuídas mais de 7 mil lâmpadas de tecnologia LED à comunidade, um investimento de mais de R$ 20 mil. 

Índices de qualidade no fornecimento de energia elétrica

Fruto dos investimentos em todas as cidades de sua área de atuação, a RGE possui o menor índice de duração (DEC) e frequência (FEC) de interrupções de fornecimento de energia do Rio Grande do Sul entre as grandes distribuidoras, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O DEC, índice que representa a média do tempo que o cliente da RGE ficou sem energia durante o período de um ano, foi 15,98 horas em 2015, enquanto o FEC, índice que mede a frequência de interrupções no fornecimento, em média, por cliente, foi de 8,33 vezes em 2015. 

É importante destacar que cerca de 2/3 do tempo em que falta energia corresponde a interrupções emergenciais, provocadas por fatores externos ao sistema elétrico, como os temporais (com quedas de árvores), colisões de veículos contra postes e objetos que atingem a rede – pipas, balões e galhos de árvores, além de furtos de cabos. O outro terço corresponde a desligamentos programados, informados previamente aos clientes, e organizados para que a empresa possa executar obras de melhoria na rede elétrica. O desabastecimento causado por fatores externos é inerente ao modelo de rede elétrica existente no Brasil. 

Tags:
    rge; investimentos; 2015; são luiz gonzaga; rio grande do sul