Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE investe R$ 5,2 milhões no sistema elétrico de Júlio de Castilhos

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   15/09/2016

Júlio de Castilhos, 16 de setembro de 2016 – A Rio Grande Energia (RGE), distribuidora do Grupo CPFL Energia, fez robustos investimentos no sistema elétrico de Júlio de Castilhos. Entre janeiro e junho deste ano, a concessionária empregou R$ 5,2 milhões na construção de duas subestações e uma linha de transmissão que vão elevar a qualidade do abastecimento de energia elétrica do município da Região Central do Rio Grande do Sul. Também foram feitos investimentos na manutenção e modernização da rede de distribuição.
 
Do total investido no primeiro semestre na cidade, R$ 4,4 milhões foram aplicados nas obras das subestações Júlio de Castilhos 1 e 2 e em uma nova linha de transmissão. A linha está concluída e as duas subestações em fase final de construção. Além do município, as comunidades de Tupanciretã e Pinhal Grande serão beneficiadas diretamente pelo conjunto de obras orçado em mais de R$ 16 milhões. A previsão é de que todo o sistema seja entregue até o final deste ano. 
 
A RGE ainda destinou R$ 265 mil para manutenções emergenciais e reparos na rede de distribuição de energia do município, que foi atingido por enchentes no final do ano passado. Para reforçar a malha e garantir a estabilidade do sistema, foram empregados mais R$ 194 mil na troca de postes de madeira por postes de concreto.
 
Segundo o presidente da RGE, José Carlos Saciloto Tadiello, o investimento está entre os maiores realizados pela concessionária em um município da área de concessão neste primeiro semestre. “Sabemos que a finalização das obras das duas subestações e da linha de transmissão vão elevar a cidade a um novo estágio. É um investimento para toda região”, destaca Tadiello.
 
No primeiro semestre de 2016, a RGE investiu R$ 129,6 milhões em toda sua área de concessão, em linha com o valor aportado em 2015 no mesmo período. Esse montante foi aplicado exclusivamente na expansão, modernização e manutenção da rede elétrica da companhia nos 255 municípios onde está presente.
 
Apesar dos investimentos robustos, a RGE é a concessionária com a menor tarifa de energia residencial entre as grandes distribuidoras do Estado. Atualmente, a tarifa residencial da companhia é de R$ 0,41/kWh.
 
Índices de qualidade no fornecimento de energia elétrica
 
O resultado dos investimentos planejados e executados ao longo dos últimos anos pela RGE garantiu à concessionária o menor índice de duração (DEC) e frequência (FEC) de interrupções de fornecimento de energia do Rio Grande do Sul entre as grandes distribuidoras, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).
 
É importante destacar que cerca de 2/3 do tempo em que falta energia corresponde a interrupções emergenciais, provocadas por fatores externos ao sistema elétrico, como os temporais (com quedas de árvores), colisões de veículos contra postes e objetos que atingem a rede – pipas, balões e galhos de árvores, além de furtos de cabos. O outro terço corresponde a desligamentos programados, informados previamente aos clientes, e organizados para que a empresa possa executar obras de melhoria na rede elétrica. O desabastecimento causado por fatores externos é inerente ao modelo de rede elétrica existente no Brasil.
Tags:
    rge; investimentos; primeiro semestre; júlio de castilhos; sistema elétrico; rio grande do sul