Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE investe R$ 4 milhões em obras e manutenção do sistema elétrico de Santo Ângelo

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   22/02/2016

​Santo Ângelo, 23 de fevereiro de 2016 – A Rio Grande Energia (RGE), distribuidora do Grupo CPFL Energia, investiu mais de R$ 4 milhões em Santo Ângelo ao longo de 2015 em obras de expansão e na manutenção da rede. O município da Região das Missões foi um dos principais destinos dos investimentos realizados pela concessionária em suas 264 cidades no ano passado.

A companhia realizou uma série de obras para ampliar o fornecimento de energia e da capacidade energética de Santo Ângelo, investimentos que contribuíram para reforçar todo o sistema da RGE na Região das Missões. A microrregião das Missões recebeu, no total, R$ 11,5 milhões em novos investimentos para a manutenção, melhoria e ampliação da rede elétrica em 2015. 

Para ampliar a capacidade energética da cidade, 100 novos transformadores foram instalados, o que já projeta o crescimento da cidade para o futuro e abre espaço para a instalação de novos empreendimentos industriais, comerciais e residenciais.

De toda área das Missões, Santo Ângelo foi a que teve mais substituição de postes de madeira por de concreto. No total, foram trocados 282 postes. Além disso, a RGE instalou mais 582 postes de concreto para ampliar a rede elétrica local, o que permitiu energizar novas áreas da cidade. Os investimentos tornaram o sistema de distribuição mais robusto, capaz de suportar melhor as adversidades climáticas que são bastante comuns em toda a região. 

Santo Ângelo ainda foi a cidade mais beneficiada do Estado com ações do setor de Eficiência Energética da RGE. Foram doados à comunidade de baixa renda 1352 chuveiros inteligentes, que funcionam com um sistema de recuperação de calor para aquecer a água do banho. Somente neste projeto foram aplicados R$ 835 mil. Também foram entregues quatro geladeiras para famílias carentes e distribuídas mais de 7 mil lâmpadas LED, que, por serem mais eficientes, reduzem a conta de energia, em um investimento de quase R$ 310 mil somente em 2015. 

Índices de qualidade no fornecimento de energia elétrica

Fruto dos investimentos em todas as cidades de sua área de atuação, a RGE possui o menor índice de duração (DEC) e frequência (FEC) de interrupções de fornecimento de energia do Rio Grande do Sul entre as grandes distribuidoras, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O DEC, índice que representa a média do tempo que o cliente da RGE ficou sem energia durante o período de um ano, foi 15,98 horas em 2015, enquanto o FEC, índice que mede a frequência de interrupções no fornecimento, em média, por cliente, foi de 8,33 vezes em 2015. 

É importante destacar que cerca de 2/3 do tempo em que falta energia corresponde a interrupções emergenciais, provocadas por fatores externos ao sistema elétrico, como os temporais (com quedas de árvores), colisões de veículos contra postes e objetos que atingem a rede – pipas, balões e galhos de árvores, além de furtos de cabos. 0O outro terço corresponde a desligamentos programados, informados previamente aos clientes, e organizados para que a empresa possa executar obras de melhoria na rede elétrica. O desabastecimento causado por fatores externos é inerente ao modelo de rede elétrica existente no Brasil. 

Tags:
    rge; investimentos; santo ângelo; rio grande do sul; rio grande energia