Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE investe R$ 8,7 milhões na região de São Valério do Sul

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   23/02/2016

​São Valério do Sul, 24 de fevereiro de 2016 – A Rio Grande Energia (RGE), distribuidora do Grupo CPFL Energia, realizou melhorias no sistema elétrico da região de São Valério do Sul. Dentro da estratégia da companhia de fortalecer o sistema elétrico nos grandes centros a partir do reforço da rede das pequenas comunidades, a localidade recebeu investimentos de R$ 8,7 milhões, em 2015.

Diretamente, em 2015, São Valério do Sul recebeu R$ 8 mil de investimentos na inspeção, revisão e manutenção da rede que abastece a cidade. Postes foram trocados e outros instalados para deixar o sistema mais confiável, além de da instalação de modernos transformadores, que ampliaram a capacidade energética da cidade.

Com as inspeções na rede e as manutenções realizadas entre janeiro e dezembro, a comunidade de São Valério passou a contar com um abastecimento mais eficaz e menos sujeito às adversidades climática, principais responsáveis pelas interrupções no fornecimento de energia no Estado. 

Índices de qualidade no fornecimento de energia elétrica

Fruto dos investimentos em todas as cidades de sua área de atuação, a RGE possui o menor índice de duração (DEC) e frequência (FEC) de interrupções de fornecimento de energia do Rio Grande do Sul entre as grandes distribuidoras, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O DEC, índice que representa a média do tempo que o cliente da RGE ficou sem energia durante o período de um ano, foi 15,98 horas em 2015, enquanto o FEC, índice que mede a frequência de interrupções no fornecimento, em média, por cliente, foi de 8,33 vezes em 2015. 

É importante destacar que cerca de 2/3 do tempo em que falta energia corresponde a interrupções emergenciais, provocadas por fatores externos ao sistema elétrico, como os temporais (com quedas de árvores), colisões de veículos contra postes e objetos que atingem a rede – pipas, balões e galhos de árvores, além de furtos de cabos. O outro terço corresponde a desligamentos programados, informados previamente aos clientes, e organizados para que a empresa possa executar obras de melhoria na rede elétrica. O desabastecimento causado por fatores externos é inerente ao modelo de rede elétrica existente no Brasil. 

Sobre a RGE

A Rio Grande Energia (RGE) é a distribuidora de energia elétrica da região norte-nordeste do Estado do Rio Grande do Sul. Originada do modelo de concessão pública para distribuição de energia elétrica em 21 de outubro de 1997, a empresa atende 264 municípios gaúchos, o que representa 54% do total de municípios do Estado. 

A área de cobertura da RGE divide-se em duas grandes regionais: a Centro, com sede em Passo Fundo, e a Leste, com sede em Caxias do Sul. São 90.718 km² - 34% do território do Estado. Agrupadas, essas regiões apresentam um dos melhores índices sociais e econômicos do Brasil e também são as responsáveis pelo maior polo agrícola, pecuário, industrial e turístico do estado.

 A RGE se orienta pela Gestão de Qualidade Total para atingir, cada vez mais, altos níveis de eficiência para seus consumidores sendo parceira dos municípios gaúchos no desenvolvimento econômico do RS dentro de sua área de concessão. Desde 2006 a RGE passou a fazer parte integralmente do grupo CPFL Energia, o maior grupo privado do setor elétrico brasileiro.

Tags:
    rge; investimentos; 2015; são valério do sul; rio grande do sul