Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE e RGE Sul investirão R$ 700 milhões e substituirão 80 mil postes em 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   24/08/2017

Caxias do Sul, 25 de agosto de 2017 – As duas distribuidoras de energia do Grupo CPFL Energia no Rio Grande do Sul projetam fechar 2017 com a marca de R$ 700 milhões investidos em obras que beneficiarão comunidades de 373 municípios gaúchos. Somente nos seis primeiros meses deste ano, juntas, a RGE e RGE Sul já aplicaram R$ 349,1 milhões em projetos de expansão, manutenção e modernização do sistema de distribuição de energia elétrica.

O montante aplicado em 2017 já é 38% superior ao investido pelas empresas entre janeiro e junho de 2016 e tem impacto direto na qualidade do fornecimento de energia aos 2,7 milhões de clientes das suas áreas de concessão.

Dentre todas as ações, as que mais tiveram fôlego dentro do Planejamento Estratégico dos investimentos foram as obras em subestações e o fortalecimento das redes de distribuição dos municípios por meio da troca de postes de madeira por postes de concreto ou de fibra.

Entre janeiro e junho de 2017 a RGE e RGE Sul substituíram e instalaram 43 mil novos postes de concreto e têm como meta chegar a marca de 80 mil até o final do ano. O valor investido nesse projeto ultrapassou R$ 43 milhões.  “Nossas metas são desafiadoras, mas executando os investimentos previstos no Planejamento Estratégico aprovado pelo Grupo CPFL para a RGE e para a RGE Sul, temos certeza que estamos melhorando as condições de atendimento aos nossos clientes”, comemora José Carlos Saciloto Tadiello, presidente das duas concessionárias. 

Entre janeiro e junho, os municípios das áreas de concessão também receberam, direta e indiretamente, investimentos na ampliação e melhoria das redes elétricas primárias e secundárias, com ações de substituição e manutenção de equipamentos e de suporte ao crescimento do mercado. Esses investimentos somaram outros R$ 149,2 milhões.  

“Temos uma série de empreendimentos, como subestações e linhas de transmissões que vão se entregues à comunidade em 2017 e 2018. Seguimos um cronograma para ampliar em muito a capacidade energética do Estado e contribuir com o crescimento da economia em nossas áreas de concessão. Nosso investimento tem um único foco: a satisfação de nossos clientes”, explica José Carlos Saciloto Tadiello.
Tags:
    rge; rge sul; investimento; área de concessão; primeiro semestre