Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

RGE dá dicas de segurança para uso de equipamentos elétricos no inverno

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   10/07/2016

Caxias do Sul, 11 de julho - As baixas temperaturas do inverno aumentam o uso de aquecedores, secadores, desumidificadores e outros aparelhos elétricos para dar mais conforto e bem-estar às residências e estabelecimentos comerciais. Por conta disso, a Rio Grande Energia (RGE), distribuidora do Grupo CPFL Energia, alerta os seus consumidores para adotar alguns cuidados com as instalações elétricas e com o manuseio destes equipamentos para evitar acidentes.

No caso do uso de chuveiro elétrico, cujo consumo de energia praticamente dobra no inverno, os consumidores nunca devem mudar a chave do verão para o inverno durante o banho. Para reduzir o consumo, a alternativa mais barata é diminuir o tempo do banho. Outra formar é usar o chuveiro em conjunto com equipamentos que usem energia alternativa para pré-aquecer a água, como aquecedores solares ou trocadores de calor - que aquece a água usando o calor gerado pela mesma.

Os secadores de cabelo não devem ficar ligados próximos a locais alagados ou pias molhadas para evitar o risco de choques elétricos. A troca de plugue dos aparelhos elétricos também merece atenção redobrada. A entrada de energia não pode ser superior à capacidade do aparelho ligado. Isso pode superaquecer os fios, trazendo prejuízos aos consumidores com a queima dos equipamentos e causando o risco de incêndios.

No inverno, também é comum o uso de aquecedores para deixar o ambiente confortável e quentinho, mas é preciso ter alguns cuidados com estes equipamentos. Aquecedores a gás e a água consomem oxigênio para elevar as temperaturas e, para aumentar sua eficiência, os consumidores fecham o ambiente para que o calor não se perca.

No caso dos aquecedores a gás, o recomendado é sempre manter uma janela aberta durante o uso. Isso porque ligar o aparelho, em um ambiente sem ventilação, pode provocar intoxicação por monóxido de carbono, com riscos sérios à saúde de uma pessoa ou até mesmo podendo levar a morte. O aquecedor a óleo, por sua vez, pode poluir o ambiente de uma residência ou estabelecimento comercial da mesma forma que um aparelho de ar condicionado com o filtro sujo.

O engenheiro de Segurança do Trabalho da RGE, Vandro Luiz Pezzin, explica que alguns hábitos incorretos podem causar danos graves nas instalações, tais como o superaquecimento dos fios, choques e até mesmo incêndios.  “Não faça nenhuma instalação se você não tem conhecimento. O correto é contratar um profissional habilitado para orientá-lo na aquisição de dispositivos e para realizar a instalação. Nunca ligue vários aparelhos em uma tomada usando o tradicional e perigoso benjamim ou faça emendas de fios, que também podem ser pontos de superaquecimento”, recomenda Pezzin.

Veja outras dicas importantes que a RGE aponta para se proteger e evitar os acidentes:

• Nunca desligue aparelhos puxando-os pelos fios.
• Não posicione aparelho elétrico perto de locais molhados.
• Coloque protetores nas tomadas para prevenir choques em crianças.
• Cuidado com luz piscando quando dois aparelhos estiverem ligados ao mesmo tempo. É sinal de que os sistemas elétricos não estão bem divididos ou precisam ser segmentados ainda mais.
• Verifique a capacidade da carga elétrica no ambiente quando o disjuntor desligar sozinho.
• A extensão não pode diminuir a segurança que o fabricante conferiu ao equipamento, quando o plugue do equipamento for de três pinos a extensão também deve ser de três pinos.
• Nunca é permitido anular o fio terra, qualquer que seja o motivo.
• Sempre, ao sair de casa, certifique-se de que todos os aparelhos estão desligados.

Tags:
    rge; energia elétrica; segurança; inverno; dicas; rio grande do sul