Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Piratininga investe R$ 84,95 milhões em melhorias na rede elétrica no primeiro semestre de 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   24/09/2017

Sorocaba, 21 de setembro de 2017 - A CPFL Piratininga, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 1,70 milhão de consumidores em 27 municípios do interior e litoral paulista, investiu R$ 84,95 milhões em seu sistema elétrico no primeiro semestre de 2017, crescimento de 83,6% na comparação com os R$ 46,2 milhões investidos em igual período de 2016. O valor foi direcionado à expansão, modernização, operação e manutenção das redes de distribuição, trazendo mais conforto e bem-estar aos clientes.

Com o objetivo de ampliar cada vez mais o fornecimento de energia, a CPFL Piratininga destinou do montante total aproximado de R$ 35,75 milhões em projetos voltados ao atendimento ao cliente, o que inclui, entre outras ações, a expansão da rede elétrica para a conexão de novos consumidores residenciais, comerciais e industriais e a instalação de novos medidores. Isso possibilitou o acréscimo de 11,213 mil clientes à base de consumidores da CPFL Piratininga.

O segundo maior investimento realizado no período foram os chamados projetos especiais. O aporte foi de R$ 14,04 milhões foi destinado ao plano de modernização da distribuição e aos projetos focados em redes inteligentes (smart grid). Para suporte ao crescimento de mercado, a distribuidora investiu R$ R$ 8,97 milhões na adequação da rede de distribuição e ampliação da capacidade das linhas de transmissão e subestação. 

A CPFL Piratininga ainda investiu aproximadamente R$ 13,45 milhões na manutenção do sistema elétrico. As atividades incluem manutenções programadas ou emergenciais, troca de transformadores, manutenção da rede secundária, entre outros. Além disso, R$ 10,72 milhões foram aplicados em melhorias na distribuição, nas redes primária e secundária, reforma de linha de transmissão e instalação de novos equipamentos. 

De acordo com o presidente da CPFL Piratininga, Carlos Zamboni Neto, a realização dos investimentos demonstra o compromisso da distribuidora em oferecer serviços de excelência para os seus clientes, garantindo assim a confiabilidade de seus sistemas.

"Trabalhamos com o objetivo de proporcionar mais qualidade, eficiência e robustez aos nossos serviços e fornecimento, investindo de forma continuada em modernizações e manutenções. Essas melhorias dão mais preparo à CPFL Piratininga para garantir a continuidade no fornecimento de energia, sempre de olho nas necessidades decorrentes do crescimento e do desenvolvimento de Indaiatuba”, afirma o executivo. 

Investimentos por cidade

A cidade que recebeu o maior volume de investimentos da CPFL Piratininga foi Ibiúna, R$ 18,90 milhões, valor 10 vezes superior ao aplicado em igual período do ano passado. O forte crescimento nos investimentos da CPFL Piratininga no município se deve às obras de ampliação de uma e a construção de 42 km de linha de transmissão em 138kV para atendimento o Sistema São Lourenço, da Sabesp, que ampliará o fornecimento de água para a região metropolitana de São Paulo. Este projeto está previsto para ser concluído pela distribuidora ainda em 2017, e o investimento conta com participação do cliente.

As 10 cidades que mais receberam investimentos no primeiro semestre de 2017

Cidades Valor (R$)
Ibiúna: 18.890.453,79
Jundiaí: 8.696.089,84
Sorocaba: 8.618.322,50
São Vicente: 7.379.095,69
Itu: 5.383.893,22
Santos: 5.304.866,51
Salto: 3.186.125,38
Salto de Pirapora: 3.104.600,20
Indaiatuba: 2.162.107,28
Boituva: 1.905.104,10

Qualidade do serviço

Os investimentos realizados no primeiro semestre de 2017 contribuem para que a CPFL Piratininga tenha os melhores indicadores de continuidade no fornecimento de energia do País, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Em média, os clientes da concessionária ficaram 8,44 horas sem energia em 2016, o terceiro menor índice interrupção do Brasil, de acordo com o regulador. A frequência das interrupções foi de 3,97 vezes, o mais baixo do País.

Considerando os investimentos em suas nove concessionárias, o Grupo CPFL destinou R$ 788 milhões para o segmento de distribuição entre janeiro e junho deste ano, aumento de 83,5% em relação ao mesmo intervalo em 2016. Para 2017, a previsão da companhia é investir R$ 1,895 bilhão nos 679 municípios atendidos por suas distribuidoras nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais.​

Tags:
    CPFL Piratininga; distribuição; investimentos; qualidade do serviço;