Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Piratininga doa 2 mil mudas de árvores para 2 cidades no interior de São Paulo em 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   01/02/2018

Sorocaba, 31 de janeiro de 2018 – A CPFL Piratininga, distribuidora da CPFL Energia que atende mais de 1,7 milhão de consumidores em 27 municípios do interior e litoral paulista, doou 2 mil mudas de árvores para 2 municípios na área de atuação, 2017. A iniciativa está em linha com um dos objetivos da Companhia: contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades em que atua. As cidades que receberam as mudas foram Boituva e Iperó – 1.000 unidades, cada uma.

As doações de mudas são realizadas em conjunto com as Prefeituras Municipais. O principal projeto desenvolvido em parceria com o poder público, denominado “Arborização Mais Segura”, tem como propósito contribuir preventivamente para melhoria da segurança e da qualidade de vida da população. Com os resultados alcançados em 2017, a concessionária já contabiliza mais de 103,6 mil mudas de árvores doadas aos municípios de sua área de concessão.

A ação revitaliza a arborização urbana ao mesmo tempo em que promove o plantio de espécies adequadas ao convívio harmonioso com as redes elétricas. Deste modo, a CPFL Piratininga contribui para a preservação das áreas verdes sem que estas interfiram no fornecimento de energia e demais serviços públicos (esgoto, água e gás).

As mudas são provenientes de viveiros da empresa, e a doação é gratuita para as cidades. Entre as espécies disponibilizadas estão: Angelim Rosa, Espirradeira, Flamboyant Mirim, Ipê Amarelo, Ipê Branco, Ipê Roxo, Flamboyant-Mirim, Manacá da Serra, Pitanga, Quaresmeira Rosa e Resedá. 

"O convívio harmonioso entre redes elétricas e arborização é de suma importância, tendo em vista que a interferência de galhos e de árvores representa 2/3 do tempo que os clientes das distribuidoras do Grupo CPFL ficam sem energia. Essas ocorrências vêm sendo minimizadas com os programas que a companhia vem adotando ao longo dos anos”, afirma o diretor de sustentabilidade da CPFL Energia, Rodolfo Nardez Sirol.

Em dias de temporais como ventos fortes, grande parte das interrupções do fornecimento de energia é causada por quedas de galhos e/ou de árvores sob a rede elétrica. O projeto, assim, colabora para reduzir o número de ocorrências relacionadas a árvores nas cidades, uma vez que a qualidade da arborização das vias urbanas tem influência direta sobre a rede de distribuição de energia elétrica. 

Caso haja alguma ocorrência na rede envolvendo árvores, a recomendação aos clientes da CPFL Piratininga é que entrem em contato com a distribuidora do seu município para que a Companhia apure a situação e tome as devidas providências.
O afastamento preventivo de galhos na rede elétrica é feito sempre com o apoio dos órgãos ambientais e todo material resultante dessas ações tem uma correta destinação ecológica. 

“A iniciativa garante uma maior continuidade no fornecimento de energia ao longo do ano e um atendimento mais eficiente dos eventuais incidentes”, completa o diretor de sustentabilidade da CPFL Energia.

Dicas de segurança

Além do plantio de mudas mais adequadas, a população deve tomar outros cuidados para evitar acidentes na rede elétrica envolvendo a vegetação. Em caso de queda de árvore sobre a fiação e rompimento de cabo, recomenda-se que as pessoas se afastem do local e acionem imediatamente a CPFL Piratininga, por meio do aplicativo “cpflenergia” ou por meio do serviço de call center 0800 010 25 70

A CPFL Piratininga também orienta que os moradores não utilizem nenhum objeto, como cabo de madeira ou haste metálica, para afastar o fio partido, dado o risco de choque elétrico. Durante a incidência de raios, a CPFL Piratininga recomenda ficar sempre longe de árvores, sobretudo em áreas abertas, uma vez que esta pode atrair a descarga atmosférica. Veja mais dicas do benefício da arborização urbana correta: 

Ao adotar espécies de árvores adequadas ao convívio harmônico com as infraestruturas da área urbana é possível evitar:

Danos nas redes de energia, de água subterrânea, de esgoto, de telefonia, de gás e galerias de águas pluviais;
Entupimentos de calhas e canalizações;
Danos às coberturas;
Comprometimento da iluminação pública;
Comprometimento da acessibilidade do passeio público (calçadas);
 
O contato das árvores com a rede elétrica pode trazer consequências sérias como:

Vazamentos de corrente elétrica da rede para o solo (por meio das árvores), podendo inclusive atingir pedestres, principalmente em caso de chuvas.
Rompimento de condutores, com risco de acidentes com pessoas.
Risco de curto-circuito, com interrupção do fornecimento de energia, danos em aparelhos elétricos das residências, interferência com o sistema de sinalização, desligamento da iluminação pública e comprometimento dos sistemas de segurança e danos aos equipamentos do sistema elétrico, etc.

Tags:
    CPFL Piratininga; meio ambiente; sustentabilidade; mudas; arborização segura