Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

CPFL Paulista instala placas solares em clientes com UTIs domiciliares da Região Metropolitana de Campinas

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   15/10/2017

Campinas, 16 de outubro de 2017 – A CPFL Paulista, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 4,3 milhões de clientes em 234 municípios do interior paulista, investiu R$ 547 mil em um projeto de geração solar para clientes residencial com UTI domiciliar. A iniciativa, que beneficiou 50 famílias da Região Metropolitana de Campinas, tem por objetivo contribuir para a redução da conta de luz destes consumidores críticos para a operação da rede de distribuição de energia elétrica.

Esses clientes possuem em sua residência equipamentos elétricos para sobrevivência e/ou respiração artificial com necessidade de utilização ininterrupta. Devido ao tempo de utilização, esses equipamentos demandam um consumo elevado de energia elétrica, impactando no custo mensal desses clientes.

Financiado com recursos do Programa de Eficiência Energética da Aneel, o projeto viabilizou a instalação de cinco módulos de placas solares em cada cliente, somando 250 painéis. No total, esses projetos de geração solar distribuída possuem uma capacidade instalada de 1,27 kWp por residência. A expectativa é que a totalidade dos painéis produzam 7,5 mil KWh/mês de energia elétrica para atender as necessidades das 50 famílias, proporcionando então uma geração de energia elétrica aproximada de 150 kWh/mês para cada um dos clientes beneficiados.

Além da instalação das placas solares, possibilitando a própria geração de energia, o projeto também promoveu a substituição de sete lâmpadas ineficientes por modelos de LED. Aliando estas duas ações, a expectativa é de que o consumo de energia dos clientes tenha redução de até 40% por mês, com impacto no valor da conta de luz.

“Com isso, A CPFL Paulista promove a geração sustentável de energia, o consumo eficiente e economia financeira, além de beneficiar clientes que com UTIs domiciliares”, afirma o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Felipe Zaia. Os cálculos da gerência apontam para uma energia economizada de 111,18 MWh por ano e uma redução na demanda de ponta de 4,45 kW, o que também contribui para o menor uso da geração das termelétricas (caras e poluentes).

A produção da energia solar, limpa, renovável e sustentável, também tem impacto positivo para o meio-ambiente. A expectativa é de que o projeto evite a emissão de 138,94 toneladas na emissão de gás carbônico (CO2), um dos principais causadores do efeito estufa. Esse volume equivale ao plantio de 834 novas árvores.

Veja a quantidade de clientes contemplados por cidade:

Cidade/Clientes Atendidos

Americana: 5
Campinas: 25
Hortolândia: 5
Monte mor: 1
Nova Odessa: 1
Paulínia: 2
Piracicaba: 4
Sumaré: 7

Avanço na geração solar

O projeto de placas solares para clientes com UTI Domiciliar marca mais uma nova iniciativa da CPFL Energia no segmento de geração solar. Recentemente, o Grupo concluiu a instalação de painéis solares em 231 clientes residenciais e comerciais em Campinas, no âmbito do projeto de P&D Telhados Solares. O objetivo da iniciativa é entender o impacto deste tipo de geração para a rede elétrica das distribuidoras, além de capacitar a CPFL Energia para atuar no mercado de energia solar.

Em maio deste ano, o Grupo lançou a Envo, empresa voltada para o desenvolvimento de projetos de geração solar distribuída para clientes residenciais e comerciais de pequeno porte. A companhia tem priorizado a atuação nas regiões de Campinas, Sorocaba e Jundiaí, com planos de expansão para outras regiões do interior paulista.

Por meio da CPFL Eficiência, o Grupo também tem oferecido soluções de geração solar distribuída para grandes clientes industriais e estabelecimentos comerciais de grande porte. Um exemplo de projeto nesta área foi a instalação de painéis solares no data center da Algar, em Campinas, e expansão do projeto geração solar do data center da Algar em Uberlândia, em Minas Gerais. 

Outra iniciativa relevante no tema é o projeto da usina solar Tanquinho, projeto de P&D desenvolvido em Campinas pelo Grupo para o teste de cinco tipos de tecnologias de placas solares para a geração solar. Com 1,1 MWp de capacidade, Tanquinho é um dos maiores projetos de energia solar do Estado de São Paulo em operação. 

Sobre o Programa de Eficiência Energética 

O Programa de Eficiência Energética das distribuidoras da CPFL Energia, realizado em parceria com a Agência Nacional de Energia Elétrico (Aneel), é desenvolvido pelo Grupo desde 1998 e tem por objetivos a preservar os recursos naturais e promover educação para o uso racional de energia elétrica, evitando, assim, o desperdício. 

Os recursos do programa provêm do valor arrecadado nas contas de luz. Essa verba volta para a sociedade por meio de projetos que buscam tornar mais consciente a relação das pessoas com a energia elétrica, fazendo com que esta seja utilizada com responsabilidade.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

Com 14,3% de participação, a CPFL Energia é líder no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis, maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.258 MW, no final do primeiro trimestre de 2017.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets. Pelo 12º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.​

Tags:
    CPFL Paulista; geração solar; UTI Domilicilar; eficiência energética