Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Colisões contra postes deixam 506,4 mil clientes da CPFL Paulista sem energia em 2017

Escrito por:

Assessoria de Imprensa   01/02/2018

Campinas, 02 de fevereiro de 2018 – Levantamento realizado pela CPFL Paulista, distribuidora da CPFL Energia que atende 234 municípios do interior de São Paulo, mostra que colisões de veículos contra postes deixaram 506,4 mil clientes sem energia em 2017. A concessionária registrou 764 ocorrências com postes em 2017, crescimento de 7% em comparação a 2016, quando foram contabilizados 714 acidentes.

As estatísticas apuradas pela área operacional da distribuidora mostram que, além de riscos para os ocupantes dos veículos, os acidentes também afetam toda a população. Em função das ocorrências, os 506,4 mil clientes ficaram sem energia durante 4,771 mil horas em 2017, uma média de 6h14 por ocorrência registrada pela empresa.

Em 2016, os dados da CPFL Paulista mostram que 666,6 mil clientes ficaram sem energia por conta das colisões contra postes. Os consumidores tiveram interrompidos o fornecimento de luz por 4,696 mil horas, uma média de 6h35 por ocorrência.

Campinas lidera 

Em 2017, Campinas foi a cidade da área de concessão com maior número de ocorrências: 67 colisões. Na cidade, 67,1 mil clientes ficaram sem energia durante 287,5 horas, o equivalente a 11 dias. No mesmo período, em Franca, 32 colisões causaram a interrupção no fornecimento de energia de aproximadamente 38,6 mil clientes por 171,5 horas, ou 7 dias. Confira abaixo os números de outras cidades da área de concessão:

 

 20162017
CidadeColisõesClientes interrompidosHoras interrompidasColisõesClientes interrompidosHoras interrompidas
Campinas5874.892238,76767.157287,5
Franca2324.89579,13238.608171,5
Ribeirão Preto2929.321154,93133.313183,5
São José do Rio Preto2637.650126,22911.785135,5
Bauru113.21350,1179.25184,2
Araraquara1615.31465149.71451,4
CPFL Paulista714666.6784.771764506.4484696

Imprudência causa prejuízos

Em casos de acidentes contra postes, o culpado deve arcar com os custos dos danos causados ao patrimônio da empresa. A substituição de um poste varia entre R$1,5 mil e R$3 mil. Essa diferença de valores depende dos equipamentos instalados tanto pela distribuidora de energia como pelas empresas que ocupam a estrutura. Por exemplo, um poste com iluminação pública simples tem menor valor do que um poste que possui um transformador de energia, ou equipamentos de televisão e telefonia. 

“A quantidade de ocorrências de colisão com postes é um reflexo da alta imprudência nas vias. A intenção da CPFL Paulista é alertar a população, não somente para os danos à rede elétrica, mas também à segurança da própria vida e a de terceiros”, ressalta o gerente de Saúde e Segurança da CPFL Energia, Marcos Victor Lopes.

Para tornar o trânsito mais seguro, a CPFL Paulista compartilha dez dicas de direção consciente: 

1. Mantenha o veículo com a manutenção em boas condições, verificando o estado dos pneus, dos freios, dos faróis e dos retrovisores;

2. Não dirija sob o efeito do álcool, remédios ou qualquer outra substância tóxica;

3. Quando estiver dirigindo, cuidado com o farol alto. Você pode ofuscar a visão do motorista na via de sentido oposto;

4. Respeite sempre a sinalização de trânsito e os limites de velocidade das vias, em qualquer dia, local e horário;

5. Respeite os pedestres e sempre use cinto de segurança e capacete, para motociclistas;

6. Não use celular quando estiver dirigindo. Além de colocar em risco a vida dos pedestres e outros motoristas, a infração para quem é pego usando o celular na direção é considerada gravíssima;

7. Em caso de manobras, sinalize para os pedestres e os demais motoristas; 

8. Sempre mantenha distância segura do veículo à frente;

9. Fique atento às condições da pista e do clima. Em caso de pista molhada ou de neblina, dirija com cuidado. Diminua a velocidade e mantenha a distância dos demais veículos;

10. Em caso de acidente com poste, se houver queda de cabos, procure ficar no interior do veículo, sem tocar nas partes metálicas, até o atendimento por parte das equipes da empresa.

Tags:
    CPFL Paulista; postes; colisões; fornecimento de energia; interrupções; segurança; motoristas; direção