Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Diretor de Sustentabilidade da CPFL Energia participa de encontro nacional de secretários municipais

Escrito por:

Assessoria de imprensa   22/06/2015

​Participantes do evento também farão uma visita à Usina Solar Tanquinho

Campinas, 24 de junho de 2015 – O diretor de Sustentabilidade do Grupo CPFL Energia, Rodolfo Nardez Sirol, participará no próximo dia 25 de um painel de discussão sobre as "Oportunidades na economia de baixa intensidade de carbono frente às mudanças climáticas", durante o XXVI Encontro da Associação Nacional de Órgãos Municipais e de Meio Ambiente (ANAMMA). No evento, que teve início hoje e será realizado até quinta-feira, em Campinas, Sirol discutirá o papel das cidades e municípios na estratégia das empresas.

Além da participação de Sirol nas discussões da mesa redonda, a CPFL Energia também colaborará com o encontro organizando uma visita à Usina Solar Tanquinho para os cerca de 90 participantes, também no dia 25.

O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas. De acordo com os organizadores, a iniciativa cria uma oportunidade para que os secretários municipais e de meio ambiente de todo País coloquem em discussão questões ambientais da administração local. O painel que o executivo da CPFL Energia participará será moderado pela gerente do Programa CDP Cities, Andreia Banhe, e contará com a presença de representantes da Braskem, BYD, Sanasa e da administração municipal de Campinas. 

Está confirmada pela organização a participação do Prefeito de Campinas, Jonas Donizette; de Patrícia Iglecias, Secretária de Estado do Meio Ambiente de São Paulo; do Presidente Nacional da ANAMMA e Secretário de Meio Ambiente de Goiânia, Pedro Wilson Guimarães; da Secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental - Ministério de Meio Ambiente, Regina Gualda; do Presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo; além de representantes do INPE, SOS Mata Atlântica e secretários da administração municipal de Campinas.

XXVI Encontro da Associação Nacional de Órgãos Municipais e de Meio Ambiente (ANAMMA)

Data: de 23 a 25 de junho de 2015

Local: Hotel Solar das Andorinhas – Rua Ivan de Abreu Azevedo, 333 – Jd. Carlos Gomes, Campinas.  

Mesa Redonda 5 e visita à Usina Solar Tanquinho:

Tema: Oportunidades na economia de baixa intensidade de carbono frente às mudanças climáticas

Data: 25 de junho, entre 13h30 e 16h

Inscrições gratuitas pelo site: http://ambientecampinas.wix.com/anamma#!inscries/cflt


Sobre a Usina Solar Tanquinho

A Usina Solar Tanquinho foi inaugurada em novembro de 2012, em Campinas, como um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento no âmbito da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O investimento inicial foi de R$ 13,8 milhões, para capacitar o empreendimento a gerar 1,6 GWh/ano de energia solar. Na oportunidade, foi a primeira usina desta natureza no Estado de São Paulo.  

Atualmente, além de gerar dados para a pesquisa de geração de energia elétrica a partir do sol, ela está conectada ao SIN (Sistema Interligado Nacional) e é operada pela CPFL Renováveis. A usina Tanquinho evita a emissão de 617 ton/CO2 por ano, se comparada a uma fonte de energia elétrica não renovável. A previsão é chegar a evitar a emissão de 4319 ton/CO2 por ano até 2020.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 102 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do primeiro trimestre de 2015. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 10º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

 

Tags: