Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
SharePoint

Release

Mostra inédita com obras de Botero, Diego Rivera e Iberê Camargo acontece em Campinas

Escrito por:

Comunicação RGE   06/02/2012

Campinas recebe, entre os dias 15 de fevereiro e 08 de abril, no espaço Galeria de Arte da CPFL Energia, a exposição "Zoom Latinoamericano – Coleção de Arte FEMSA". A mostra, que tem curadoria de Rosa Maria Rodríguez Garza, (Gerente do Programa Cultural da FEMSA) e Juan Darío Restrepo Figueroa, reúne 41 obras de 39 renomados artistas de 11 países da América Latina.
O objetivo é propiciar aos visitantes uma espécie de olhar panorâmico sobre a diversidade cultural da América Latina e valorizar a produção artística latino-americana, que abriga marcas e influências distintas de cada país. A mostra, com entrada gratuita, é promovida pela Coca-Cola FEMSA Brasil e CPFL Energia.
 
"O que se guarda de uma viagem? O que nós levaremos que tenhamos feito verdadeiramente nosso? Por que razão observamos?
Para que olhar?"
(Simone de Beauvoir)
 
A "Zoom Latinoamericano – Coleção de Arte FEMSA" é composta por obras de artistas como Diego Rivera, Fernando Botero e Iberê Camargo, entre outros (veja abaixo a lista completa), todos integrantes da Coleção FEMSA. A exposição faz uma analogia ao diário de viagem de Simone de Beauvoir pelo continente, com diferentes manifestações estéticas em pintura, desenho, fotografia e escultura.
O percurso começa pela esplêndida vista panorâmica da Torre Latino-américa, produzida por Damian Ortega, e termina no Uruguai, em frente a uma construção de Joaquin Torres Garcia.
O público terá a oportunidade de conhecer vários itinerários, como a Colômbia, por meio do trabalho realizado na década de 70, por Eduardo Ramírez Villamizar, Cardenas e Santiago Botero Fernan.
A seleção brasileira da Coleção de Arte FEMSA recai sobre a investigação pictórica de Leda Catunda, o minimalismo de Mira Schendel e a pintura de viés expressionista de Iberê Camargo, definida pelo crítico de arte Ronaldo Brito, em seu livro sobre o artista, como: "As últimas telas de Iberê Camargo assustam e encantam, ao mesmo tempo. Assustam pela sobriedade terrível com que coloca em evidência o drama do sujeito moderno, aparentemente no estágio final de dissolução; encantam pela qualidade da matéria pictórica que resistiria, paradoxalmente, a todas as violências e degradações."
"Estamos trazendo para Campinas uma seleção exclusiva de obras que representa uma jornada pela geografia artística da América Latina. O público, com certeza, se surpreenderá com essa importante iniciativa cultural. A parceria do Grupo FEMSA com a CPFL Cultura reafirma nosso compromisso em incentivar o acesso à cultura e arte para todos", destaca o vice-presidente de Assuntos Corporativos da Coca-Cola FEMSA Brasil, Eduardo Lacerda. 
 
"A cultura se tornou uma segunda natureza, uma parte da identidade da CPFL Energia. No ano em que comemoramos o centenário da empresa, recebemos essa mostra inédita, e que comprova, mais uma vez, nossa crença na importância da arte no desenvolvimento de um olhar amplo e plural, ajudando os indivíduos e as instituições a tratar as situações complexas características do mundo contemporâneo", afirma Augusto Rodrigues, Diretor de Comunicação Empresarial e Relações Institucionais da CPFL Energia.
 
Para esta edição em Campinas, a exposição "Zoom Latinoamericano – Coleção de Arte FEMSA" será enriquecida especialmente com a obra Paisagem de Thomaz Perina, campineiro, influenciado por Picasso e Max Bill. O convite foi feito ao Instituto Thomaz Perina, como forma de homenagear a cidade de Campinas e regiões. A última mostra do artista, falecido em 2009, aconteceu justamente na Galeria de Arte da CPFL Cultura, com o nome "Eu quero o mínimo pra falar". O título é uma síntese de sua técnica de pintura e da sua trajetória. Sua obra, considerada abstrata, vem da observação do campo, das ruas ou de uma simples mancha na parede.
 
Coleção FEMSA

A Coleção FEMSA é reconhecida como uma das coleções privadas mais importantes da América Latina, existindo desde 1977. Com mais de mil obras de diferentes manifestações artísticas como pintura, escultura, desenho, grafismo, fotografia e instalação, percorre uma trajetória pela arte moderna e contemporânea latino-americana.
 
O acervo surgiu como parte do compromisso do Grupo pelo desenvolvimento integral de seus colaboradores, familiares e comunidades. Suas obras ilustram a evolução, a pluralidade e a riqueza da arte latino-americana do século 20.
 
Com um ativo programa itinerante, a FEMSA compartilha, desde o ano 2000, sua coleção com as mais diversas comunidades de países da América Latina, cumprindo assim o objetivo de promover e disseminar o interesse pela arte e complementar seus esforços históricos em impulsionar a educação nas mais diferentes esferas.
 
FEMSA
 
É uma empresa líder que participa na indústria de bebidas, através da Coca-Cola FEMSA, a maior engarrafadora independente de produtos Coca-Cola no mundo em termos de volume de vendas; em comércio varejista através da FEMSA Comércio, operando OXXO, a maior cadeia de lojas de conveniência e de maior crescimento na América Latina; e em cerveja, sendo o segundo acionista mais importante da Heineken, uma das cervejeiras líderes no mundo com presença em mais de 70 países.
         
Sobre a Coca-Cola FEMSA
 
Com operações em nove países, é o maior engarrafador independente da Coca-Cola no mundo em termos de volume de vendas. Tem presença na Argentina, no Brasil, na Colômbia, na Costa Rica, na Guatemala, no México, na Nicarágua, no Panamá e na Venezuela. Comercializa 109 marcas, entre elas Coca-Cola, Coca-Cola Light, Sprite, Fanta, Fresca, Lift, Ciel e Sucos Del Valle. Produz e vende aproximadamente 10% do volume total do sistema Coca-Cola a nível mundial.
 
CPFL Cultura
 
A CPFL Cultura é um programa de reflexão sobre a vida contemporânea que promove o encontro dos mais renomados artistas e intelectuais com os diversos públicos a fim de organizar teorias, transformar informações em conhecimento e gerar entendimentos e experiências.
 
Desde 2003 foi estabelecida uma parceria entre CPFL Energia e Fundação Padre Anchieta e os encontros realizados na CPFL Cultura originaram séries de programas na TV Cultura como o Café Filosófico e o Invenção do Contemporâneo.
 
O Café Filosófico CPFL, principal projeto da programação da CPFL Cultura, é uma série de encontros nos quais são abordados os anseios e desafios dos indivíduos na sociedade contemporânea, tendo como referências teóricas fundamentais a Psicanálise e a Filosofia. Ponto de encontro das pessoas mais ligadas ao futuro, a CPFL Cultura é hoje o maior acervo brasileiro de pensamento sobre o mundo contemporâneo, referência em edição de cultura contemporânea do Brasil.

Em 2008,  a empresa deu início ao projeto de disponibilizar gratuitamente na internet todo o conteúdo do acervo da CPFL Cultura. Os encontros, com transmissão online, acontecem em Campinas e algumas das gravações originam séries de programas que vão ao ar pela TV Cultura.
 
Na Galeria de Artes da CPFL já foram expostas importantes mostras com obras dos artistas Helmut Schippers, Bernardo Caro, Thomaz Perina, João Baptista da Costa Aguiar, entre outros.
 
A CPFL Cultura conquistou os prêmios USP de Comunicação Corporativa 2007, ABERJE 2007 Nacional e Regional – categoria "Gestão de Mídia Audiovisual", ABCA 2006 – categoria "Difusão das Artes Visuais na Mídia", e Prêmio Carlos Gomes de Música Erudita 2006 – categoria "Patrocínio Musical".
 
CPFL Energia
 
A CPFL Energia é o maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, com atuação nos segmentos de distribuição, geração, comercialização de energia e serviços. O Grupo tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, segmentos de maior nível de governança corporativa e, pelo sétimo ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do ISE - Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa. Desde 2003, a CPFL Energia desenvolve um dos mais importantes programas nacionais de reflexão sobre o mundo contemporâneo, denominado CPFL Cultura (www.cpflcultura.com.br). 
  
 


Zoom Latinoamericano – Coleção de Arte Femsa em Números:


39 autores
México: 12
Cuba: 4
Argentina: 4
Venezuela: 3
Colômbia: 3
Chile: 3
Brasil: 4
Uruguai: 3
Equador: 1
Nicarágua: 1
Guatemala: 1
41 obras
 


Relação das obras:
 

1. David Alfaro Siqueiros (1896 - 1974)
Mujer dormida (La primavera), 1947
Piroxilina sobre masonite
154.5 x 299 cm
México
 
2. Manuel Álvarez Bravo (1902 - 2002)
Caminata, ca. 1976
Plata sobre gelatina
19.5 x 25 cm
México
 
3. José Bedia (1959 - )
Incorporado luego de la primera caída, 2001
Óleo sobre tela
304 Ø cm
Cuba
 
4. Cundo Bermúdez (1914 – 2008)
Interior con espejo y puerta al mar, ca. 1965
Óleo sobre tela
89.2 x 61.3 cm
Cuba
 
5. Antonio Berni (1905 – 1981)
Paisaje, 1955
Óleo sobre masonite
65 x 81 cm
Argentina
 
6. Jacobo Borges (1931 -)
Camerata roja, 1986
Óleo sobre tela
168 x 260 cm
Venezuela
 
7. Fernando Botero (1932 -)
Santa Rosa de Lima, 1977
Óleo sobre tela
219.5 x 192.5 cm
Colombia
 
8. Claudio Bravo (1936 -2011 )
Negro interior, 1962
Óleo sobre tela
101 x 65 cm
Chile

9. Iberê Camargo (1914 - 1994)
Signos I, 1978
Óleo sobre tela
105 x 141 cm
Brasil
 
10. Santiago Cárdenas (1937 - )
Tres pantalones, 1974
Carbón sobre papel
91.8 x 138.5 cm
Colombia
 
11. Leonora  Carrington (1917 -2011)
Step- sister´s hen (or Marigold, Marigold, tell me your answers do), 1952
Óleo y tempera sobre panel de madera
91.5 x 52.7 cm
Inglaterra / México
 
12. Leda Catunda (1961 - )
Vida animal, 2004
Óleo, acrílico  y crayón de cera sobre macocel
197 x 194 cm
Brasil
 
13. José Luis Cuevas (1934 - )
Autorretrato, 1957
Óleo y tinta sobre tela
33.2 x 25.6 cm
México


14. Eugenio Dittborn (1943 - )
La historia del rostro (cruza). Pintura aeropostal no. 141, 2002
Pintura, entretela, costura y foto-serigrafía en dos tramos de tela y sobres postales de cartón
210 x 280 cm
Chile
 
15. Pedro Fígari (1861 - 1938)
La vida, 1933
Óleo sobre masonite
32 x 48.8 cm
Uruguai
 
16. Oswaldo Guayasamín (1919 - 1999)
Quito Negro, 1976
Óleo sobre tela
100 x 100 cm
Ecuador
 
17. José Gurvich (1927 - 1974)
Café, 1952
Óleo sobre cartón
28.1 x 41.6 cm
Uruguai
 
18. Graciela Iturbide (1942 - )
El señor de los pájaros, 1984
Plata sobre gelatina
40.4 x 50.4 cm
México
 
19. Wifredo Lam (1902 - 1982)
Cuando no duermo, yo sueño, 1955
Óleo sobre tela
148 x 216.5 cm 
Cuba
 
20. Roberto Matta (1911 - 2002)
Edulis, 1942
Óleo sobre tela
111.5 x 139.5 cm
Chile
 
21. Carlos Mérida (1891 - 1984)
Sin título, 1959
Laca y resina sobre madera de caoba
75 x 240.5 cm
Guatemala / México
 
22. Armando Morales (1927 -)
Figuras, 1968
Óleo sobre tela
162.2 x 130.5 cm
Nicaragua
 
23. Juan O´Gorman (1905 – 1982)
Los mitos, 1944
Tempera sobre panel de madera
122 x 90 cm
México
 
24. José Clemente Orozco (1883 - 1949)
El alanceado. De la serie Los Teúles, 1947
Piroxilina sobre masonite
206.5 x 121.8 cm
México
 
25. Damián Ortega (1967 - )
De la serie Torre Latino, 2007
Poliuretano, espuma y pintura
241 x 45.5 Ø cm
México
 
26. César Paternoso (1931 -)
Inti, 1980
Acrílico sobre tela
168 x 167.5 cm
Argentina
 
27. Marta María Pérez Bravo (1959 - )
Vive ahí, 2000
Plata sobre gelatina sobre papel
50 x 40 cm
Cuba
 
28. Marta María Pérez Bravo (1959 - )
Hay que saber llamar, s/f
Plata sobre gelatina sobre papel
50 x 40 cm
Cuba
 
29. Marta María Pérez Bravo (1959 - )
Piensa cosas, s/f
Plata sobre gelatina sobre papel
50 x 40 cm
Cuba
 
30. Eduardo Ramírez Villamizar (1923 – 2004)
Amonita fósil balance, 1979
Hierro
62.5 x 60.2 x 8.7 cm
Colombia
 
31. Diego Rivera (1886 - 1957)
El grande de España (El ángel azul), 1914
Óleo sobre tela
194 x 130 cm
México
 
32. Armando Reverón (1889 - 1954)
Puerto cerca de La Guaira, ca. 1942 -1945 
Óleo sobre lino
77 x 109 x 10 cm
Venezuela
 
33. Vicente Rojo (1932 - )
Negación 45, 1974
Mixta sobre tela
110 x 110 cm
México
 
34. Bestabeé Romero (1963 - )
Serpiente, 2004
Cuatro llantas de montacargas grabadas
50 x 50 x 150 cm
México
 
35. Mira Schendel (1919 – 1988)
Objeto gráfico, 1972
Dibujo sobre pergamino
97.8 x 97.8 cm
Brasil
 
36. Antonio Seguí (1934 - )
Hombre parado con sombrero, 1976
Carbón y pastel sobre tela
150 x 150 cm
Argentina
 
37. Jesús Rafael Soto (1923 - 2005)
Salut renard, 1974
Metal y acrílico sobre madera
120.8 x 120 x 25 cm
Venezuela
 
38. Rufino Tamayo (1899 - 1991)
Nueva York desde la terraza, 1937
Óleo sobre tela
51.7 x 87 cm
México
 
39. Luis Tomasello (1915 - )
Atmósfera cromoplástica No. 486, 1980
Plástico sobre madera
180 x 180 x 13 cm
Argentina
 
40. Joaquín Torres-García (1874 - 1949)
Construcción en blanco y negro, 1931
Óleo sobre madera
83 x 40 cm
Uruguai
 
Participação especial –

41. Thomaz Perina (1921 -2009)
Paisagem, 2001
Acrílica sobre tela
2 x 1 m
Brasil
*Obra pertencente ao Instituto Thomaz Perina
 
SERVIÇO:


Zoom Latinoamericano – Coleção de Arte Femsa
Local: Galeria de Arte – CPFL Cultura (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632 - Chácara Primavera. Campinas. Telefone: (19) 3756-8000)
Visitação: 15/02 a 08/04
Horário: Terça a sábado -10h às 18h e Domingo – 10h às 16h
Agendamentos de grupos: no telefone (19) 3756-800, terças e quintas, das 10h às 17h.
Não abriremos no dia 21/2 (terça-feira de carnaval)
Entrada gratuita
Mais informações no site www.cpflcultura.com.br

Tags: